terça-feira, 13 de outubro de 2009

O Caminho dos Avanços Sociais



A falta do ideal de igualdade no início da década de 1990 e o enfraquecimento dos movimentos sociais ocasionaram um esvaziamento das ações coletivas no Brasil e no Mundo. Com exceção nacional, no movimento estudantil.

O fortalecimento da esquerda com a sucessão de posses presidenciais de esquerda e centro-esquerda como Lula, Chaves e Kirstner, além do recrudescimento dos movimentos sociais, reforçam essa tese.


Fatos como esses denotam a importância do avanço "qualitativo" dos movimentos estudantis que, com coerência política e atuação prática, devem lutar para a melhoria do ensino público mas não contra a desmercantilização do ensino.


Matéria publicada no "Jornal O Dia" na seção de Opinião.
Líderes estudantis.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Trolls não serão respondidos e nem tolerados. Apenas ignorados e banidos!
Sejam civilizados, por gentileza!

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.