quinta-feira, 24 de novembro de 2016

A Civilização e a Barbárie

Na era cristã, a mulher, com o casamento, adquiriu o direito de não precisar trabalhar, de cumprir o seu papel divino de cuidar da família, da casa e dos filhos como bênçãos de Deus na união sagrada do casamento.

Na era das trevas, a atual, a mulher perdeu esse direito, e precisa trabalhar, vai para a guerra e acha que é livre. Mal sabe ela que sua forma de pensar foi elaborada por intelectuais, muitas vezes casados, mas que queriam destruir a civilização.



Nenhuma sociedade se desenvolveu sob um controle matriarcal. Nenhuma sociedade! Cada um tem o seu papel na família. Precisamos resgatar o que foi perdido com a modernidade.


Célio Azevedo. 

Jornalista e Analista Político.
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Trolls não serão respondidos e nem tolerados. Apenas ignorados e banidos!
Sejam civilizados, por gentileza!

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.